Sohuem

Título: Sohuem
Série: Trilogia da Meia-Noite #2
Autora: L.E. Haubert
Editora: Novo Século(Novos Talentos)
Páginas: 248
Gênero: Fantasia
Sinopse: " Desta vez os heróis não estão sozinhos. Os deuses despertaram ávidos para intervir na rebelião de seu mundo. Os cristais, frágeis, e a loucura começam a bailar pelo ar, os embates se elevam. Volker está fortalecido. Um inimigo, mais antigo que os carvalhos de Fairland, acorda pronto para desintregar a ordem. "
Compre: Submarino | Saraiva


Esse é o segundo livro da trilogia, você pode ler a resenha de Calisto, aqui.

O livro inicia contando a história de uma nova personagem, Corvina. Ela é uma das portadoras das insígnias, a do fogo. Corvina está a deriva pelo deserto, sem água e um pouco desorientada, nesse momento, ela começa a sentir calor, e essa sensação só aumenta. Quando percebe ela está no céu, transformando aquele cenário em cor de fogo. Então ela se transformou em uma fênix, voando para longe, em seguida se transforma em cinzas caindo nua numa floresta, para no fim ser salva por Gared.

Os portadores estão separados, mas o destino resolve uni-los. Todos sofrem, todos são assombrados e terão de passar por provações físicas e psicológicas. Os Deuses voltaram e estão dispostos a interferirem nos acontecimentos.
Volker está se fortalecendo, procurando aliados e formando um exército. E para a surpresa de todos, um novo inimigo aparece.
São cinco portadores, quatro nos já conhecemos: Lucas, cavaleiro do dragão portador da insígnia do Ar. Draco, jovem guerreiro que busca encontrar sua mãe, portador da insígnia da Terra. Kalí, linda e inteligente Elfa, portadora da insígnia da Água. Corvina, até então a misteriosa portadora da insígnia do Fogo.

A insígnia mas poderosa de todas é de Rhaegar, a dos espíritos. Que poderes fantásticos ele possue?. O que será que vai acontecer com nossos heróis? Quais deles vão padecer, segundo a profecia que paira sobre suas cabeças?

A narrativa em terceira pessoa, mantem o mesmo estilo de Calisto: Primorosa. A escolha de palavras é bem diferenciada, tive que ir olhar significado de várias palavras, o que a torna um pouco mais densa, mas ao mesmo tempo bonita, quase poética. As cenas são bem descritas e os personagens são bem desenvolvidos.
O início foi um pouco confuso, tenho lido livros mais leves, e a narrativa de Laura pede muito mais atenção, a confusão só passa la por volta das páginas 80, a partir daí o livro fluí muito bem.

Os capítulos são curtos, e cada um é voltado para algum personagem, que nesse livro são vários. Ponto positivo, pois temos uma ampla visão da história inclusive partes que são narradas no cenário do vilão. Esse tipo de divisão da ao livro uma fluidez maior.

A mitologia criada por ela é bem estabelecida, o diferencial nesse livro foi existir 2 inimigos. Ou seja, temos 3 lados nessa história.
Os personagens passam por maus bocados, eles não escolheram entrar nisso, simplesmente foram arrastados para essa situação. O crescimento deles é perceptível, particularmente Draco, um dos meus favoritos.

A autora vai dando dicas, mas muitas coisas ficam abertas para explicações no próximo volume, que se chama Magi. Agora resta aguardar a publicação xD.



Bom pessoal é isso, espero que você tenham gostado.