Fios de Prata: Reconstruindo Sandman


Título: Fios de prata: Reconstruindo Sandman
Editora: Leya
Autor: Raphael Dracoon
Páginas: 350
Skoob
Sinopse:
" Makael Santiago, o Allejo, é o maior jogador de futebol do mundo, com uma habilidade considerada quase sobrenatural. Um fato constante, porém, faz com que suas noites de sono não sejam todas iguais: há dezoito meses ele sofre diariamente de sonhos lúcidos em cenários sombrios. E Mikael não sabe, mas sua alma fora escolhida como a principal peça em um quebra-cabeça envolvendo uma disputa onírica, entre os deuses do sonhar"




Resenha:

Mas uma obra fantástica de Dracoon, eu particularmente nunca li nada a respeito de Sandman do Neil Gaiman, porem já ouvi falar, quem sabe algum dia eu não venha a comprar?

História:

     Mikael ,  o Alejo, é um jogador de futebol  mundialmente famoso. Atualmente está para fechar um contrato com um club francês e uma marca de materiais esportivos. Ariana é uma ginasta brasileira fantástica, que segue sua vida faturando medalhas das competições que participa. Mas apesar da vida “perfeita”, Alejo sofre á vários meses, terríveis pesadelos vívidos.
      Duas pessoas diferentes, com carreiras diferentes, por ironia do destino, ou simplesmente por vontade de entidades superiores, tendem a se cruzar. Da união desses dois jovens, uma paixão floresce, e graças a uma frase dita em um momento de euforia: “Por você eu iria até o inferno”, Alejo descobre que as palavras têm poder.
       O Sonhar, que é divido em três reinos, cada reino com seu respectivo líder, ou melhor, deus menor, são eles, filhos de Hypos: Morpheus, Phantasos e Phobetor. Nos domínios de Morpheus, vive Madelein um anjo, que comanda uma região fantástica e prospera.
       Dracoon nos mostra que, até mesmo deuses sofrem de emoções e estão sujeitos asvontades humanas.
      Por ter sofrido uma trapaça, Madelein, faz um acordo com Phobetor, em troca do fio de prata de Alejo, o Rei Escuro ficaria com o fio de prata de Ariana. Sem saber o que se passa,  Alejo, está relacionado com uma das maiores guerras da história do sonhar. Ele passa por uma provação, e uma evolução espiritual, para poder salvar a pessoa que ama que se encontra nos domínios do demônio Baalzebub.
    Com tudo que está acontecendo, o Rei Escuro, Phobetor, se prepara para a guerra, conseguindo o controle dos domínios de Madelain, ele avança contra seu irmão Morpheus, que com a ajuda de Phantasos se preparam para a guerra.


Quotes:

“Tu inspirastes Rowling, e foi nas terras de Morpheus que se moldou Hogwarts. Tu inspiraste Tolkien, e foi nas terras de Phantasos que se anexaram às extensões da Terra Média. Tu inspiraste Lovecraft, e em minhas terras se fixou Miskatonic. Então eu te pergunto com sinceridade, anjo: até onde vai a tua vontade de ser coadjuvante em um mundo de formas e pensamentos?” 

 
“A espada nunca foi a alma do guerreiro. A alma do guerreiro sempre foi a espada.”


Comentários:

    Temos uma narrativa muito fluída, com troca de cenários muito bem feitas e encaixadas perfeitamente. O narrador da história não é o mesmo brincalhão do Dragões de Eter, apesar de sentir fala isso não me encomodou.
   É um excelente livro de nosso querido autor brasileiro, Raphael Dracoon. O Final foi ótimo mas certas partes me deixaram um pouco chateado, pois o objetivo de Alejo é concretizado facilmente. A narrativa é feita em vários lugares, os acontecimentos com Alejo, a guerra entre os deuses e o que tudo o que acontece no sonhar, influencia no nosso mundo.